9 cuidados com o mosquito da dengue para se prevenir

Com a chegada do verão, a preocupação e os cuidados com o mosquito da dengue aumentam, não é mesmo? Isso acontece porque é no período de altas temperaturas e de muita chuva que o mosquito, conhecido como aedes aegypti, se reproduz. Ele põe os ovos no acúmulo de água parada e limpa e, depois de algum tempo, as larvas eclodem.

Provavelmente você já deve saber que a dengue, uma doença transmitida pela picada do mosquito infectado com vírus, é muito comum nessa estação, e pode causar problemas mais sérios ou até mesmo levar a óbito.

Por esse motivo, é muito importante combater os focos de acúmulo de água e se prevenir. Venha conferir como!

Cuidados com o mosquito da dengue

A melhor maneira de combater o mosquito da dengue é evitar a proliferação e acabar com a água parada, certo? Para isso, é preciso ter muitos cuidados e uma atenção especial.

Essas medidas preventivas são importantes para que o mosquito não apareça e se reproduza, para que a doença não seja disseminada, para não ter contaminação e para que nenhum problema maior seja acarretado, como, por exemplo, uma pessoa de baixa imunidade ser afetada.

Vamos conferir alguns cuidados?

1. Deixe tudo tampado

É muito importante que você deixe as caixas d’água, os barris e os tonéis sempre bem tampados. Esses locais são ótimas fontes e reservatórios de água para a reprodução do mosquito da dengue e não é isso que queremos, não é verdade? Além de fechar de forma adequada, é importante a higienização feita com frequência e com os produtos especializados, mantendo sempre tudo bem limpinho.

Vale ressaltar que essa dica é válida para todos os ambientes que possam armazenar água dessa forma, como poços e caçambas.

2. Lembre-se de colocar areia nos vasos

Você sabia que a água acumulada nos vasos de plantas é o suficiente para o depósito dos ovos e a reprodução do mosquito? Dessa forma, nunca coloque a água diretamente sobre a flor.

Lembre-se de utilizar areia ou pó de café nos pratinhos e, só então, jogue a água. A quantidade de líquido será suficiente para manter a planta viva, no entanto a absorção pela areia ou pó de café vai afastar a presença do mosquito para a reprodução. Uma medida muito simples e eficaz!

3. Tenha atenção com o lixo

Acredite, os mosquitos conseguem se reproduzir e proliferar até mesmo no lixo de sua casa. Por esse motivo, é muito importante ter uma atenção especial.

Embora a água acumulada seja suja, existe sim a possibilidade desse mosquitinho aparecer. Utilize sacos plásticos e nunca deixe a lixeira aberta. Tenha também atenção no local que você joga o seu lixo. Nunca coloque em terrenos baldios e sempre deixe o saco bem fechado.

4. Retire a água dos pneus velhos

Se na sua casa tem pneus velhos, cuidado!  Embora pareçam inofensivos, esses são ótimos ambientes para o aparecimento do mosquito e a proliferação da doença.

Para evitar a água parada, faça furos nos pneus e deixe que todo o líquido acumulado escorra. Lembre-se sempre de verificar se todos os cantinhos estão bem limpos e secos, viu? Se possível, deixe-os em locais cobertos e protegidos da chuva!

5. Deixe latas e garrafas bem guardadas

Guardar garrafas e latas usadas longe das chuvas e, ainda, de uma forma que elas fiquem de cabeça para baixo evita o acúmulo de água parada e, consequentemente, a reprodução dos mosquitos. Dê preferência para jogar esses objetos fora, mas se você escolher ficar com eles em casa, faça isso de forma correta e tenha cuidado.

6. Cuide das piscinas

Como o volume de água das piscinas é bem grande, a dificuldade para manter sempre limpinho e trocar a água com mais frequência é maior. Mesmo assim, é possível cuidar para que nenhum mosquitinho chegue perto e se reproduza.

Tratar a água com cloro ou outros produtos desinfetantes é uma ótima forma! Você também pode cobrir a piscina com lona quando não estiver sendo utilizada. Só tenha cuidado para que a água da chuva não acumule na lona, tudo bem?

7. Verifique o quintal

Se você tem um quintal em casa, é importante ter um pouco mais de atenção. Dê uma olhada, com frequência, no ambiente e não deixe nada que possa acumular água.

Limpe flores, folhas e galhos para que a chuva possa escoar com mais facilidade e sempre verifique canos e ralos. Vale também dar uma olhada na laje. A possibilidade de juntar água é grande, por isso, é importante retirar bem.

Assim, sem água parada o mosquito não se reproduz!

8. Utilize telas de proteção

Utilizar telas de proteção nas janelas e nas portas é uma ótima maneira de evitar que os mosquitos entrem dentro de casa. O uso dessas telas e tecidos é uma forma complementar de proteção contra o Aedes, mas isso não quer dizer que impeça a reprodução. É importante estar atento e praticar os demais cuidados.

9. Use repelentes e inseticidas

O uso de inseticidas de tomada também é forma para prevenir a entrada do mosquito dentro de casa. No entanto, é preciso ter atenção e não deixar que o aparelho fique no ambiente durante a noite, principalmente no quarto das crianças. Deixe-os na tomada durante o dia e, de preferência, quando a casa estiver vazia.

Outra opção são os repelentes. Eles devem ser aplicados diretamente na pele ou sobre as roupas. Existem os industrializados e os caseiros, que são bem fáceis de fazer. Um exemplo é o repelente de cravo-da-índia, uma mistura de álcool, óleo infantil e o cravo.

O odor da mistura faz com que o mosquito tenha dificuldade de sentir o cheiro da pele humana. Para reforçar a proteção, plantas como manjericão, hortelã, citronela e alfazema também podem ser usadas dentro de casa.

Viu como os cuidados com o mosquito da dengue são importantíssimos? Vale lembrar que essas dicas devem ser usadas durante o ano todo, como um hábito, e não apenas no verão. São medidas simples, do dia a dia, mas que fazem toda a diferença quando aplicadas. A doença pode causar sérios problemas à saúde, e estamos correndo disso, não é? Previna-se e não deixe que o Aedes se reproduza!

Você sabe identificar se o seu filho está com dengue? Confira o nosso post e aprenda! Até a próxima!

9 cuidados com o mosquito da dengue para se prevenir
5 (100%) 1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *