Aprenda a preparar os seios da mãe antes do nascimento do bebê

A descoberta de uma gravidez traz inúmeras sensações e novidades para a vida de uma mulher. Por isso, cuidar da saúde é fundamental para ter uma gestação tranquila e saudável, além disso, manter a atenção redobrada em algumas partes do corpo como barriga e pernas é essencial. Logo, saber preparar os seios — que serão o principal instrumento de alimentação do bebê durante os primeiros meses de vida — é uma tarefa que precisa entrar na rotina da futura mamãe já nos primeiros meses de gravidez.

O corpo começa a mudar e se adaptar para servir de morada a uma nova vida durante intensos nove meses. Deixar para cuidar dos seios no final da gravidez ou após o nascimento da criança pode trazer alguns malefícios à saúde. Tais problemas vão desde desconforto, dores — que podem ser moderadas ou intensas — inflamações, rachaduras e estrias.

Conheça 7 maneiras de preparar os seios para a amamentação

Higienize corretamente esta parte

Esse, talvez, seja o principal cuidado com os seios durante a gestação. A higiene deve ser simples e sem o uso de sabonetes, cremes e óleos na região do mamilo ou aureola.

Para isso, lave a área apenas com água corrente e passe a mão suavemente para estimular os bicos a se desenvolverem mais para o momento da amamentação. O próprio seio produz uma substância capaz de realizar a hidratação natural do mamilo.

Faça massagens constantemente

Massageie diariamente os seios com movimentos suaves e constantes. Isso ajudará o leite a “descer” e evita que “empedre” durante a gestação. Essa precaução ajuda a evitar possíveis dores e incômodos que a nova condição pode impor ao corpo da mulher.

Tome banho de sol

Basta um banho de sol diretamente nos seios, de 15 minutos, no primeiro horário da manhã (antes das 10h) para trazer benefícios importantes à mulher, como:

Estimular a produção de vitamina D no organismo.

Evitar as temidas rachaduras.

Lembre-se, apenas, de não ficar muito tempo exposta ao sol e de usar proteção solar, principalmente, no rosto. Caso seja inverno ou você more em uma região onde não há muitos dias ensolarados uma dica é usa uma lâmpada de 40W ou 50W a uma distância de mínimo 30cm, também, por 15 minutos.

Realize a massagem no bico invertido

Para mulheres que sofrem com bico invertido é essencial realizar uma massagem, pode ser durante o banho, duas vezes ao dia estimulando o bico a sair. Com delicadeza e precisão, vá puxando e rodando o bico como se fosse um parafuso para fora. Será essa massagem que reverterá à situação e, com isso, prevenirá dores e machucados futuros.

Adquira sutiãs que garantam a sustentação

Procure por sutiãs que consigam acomodar de maneira confortável seus seios. Lembrem-se de que eles crescerão e, em muitos casos, dobrarão de tamanho. Uma peça forte, com laterais e alças largas é o modelo ideal para grávidas. Isso deixará você mais segura e ajudará a evitar dores nas costas.

Estimule a sensibilidade

Após o parto você usará seu seio para alimentar seu filho. O contato direto e frequente do bebê com essa região deixará os mamilos sensíveis por longos meses. Por isso, uma dica é antecipar essa condição estimulando a sensibilidade da área. Dessa forma, evita-se o desconforto inicial.

Uma maneira de fazer isso é sempre que possível ou nas horas que estiver em casa não usar sutiã por algumas horas. Fique apenas com uma camiseta ou mesmo roupão, permitindo o contato direto dos mamilos com a roupa.

Hidrate a região

Hidratar a região é importante para se prevenir contra estrias e ressecamento da pele. Use sempre um hidratante, óleos de amêndoas ou manteigas corporais. Esses produtos não devem ser passados nos mamilos ou aureolas, apenas na pele.

Descubra 5 hábitos que devem ser riscados da sua rotina de gestante

Algumas atitudes devem ser descartadas e, por mais que as dicas acima já tenham deixado tudo isso bem claro, vale a pena reforçar alguns pontos!

Não extraia o leite

Já nos últimos meses de gestação algumas mulheres se deparam com pequenos “vazamentos” de um líquido amarelado, trata-se do colostro. Por mais que você se sinta incomodada com a situação, nunca caia na tentação de retirar o líquido do seio na esperança de que acabará com o problema. Isso não acontecerá e você eliminará uma das partes mais ricas em nutrientes para a criança.

Não passe buchas ou esponjas nos seios

Evite o uso de buchas ou esponjas, afinal, a área estará sensível e uma fricção mais agressiva poderá ferir o bico dos seios, além de eliminar a sua hidratação natural.

Evite usar cosméticos

Nada de sabonetes, esfoliantes ou qualquer outro cosmético. Como foi dito acima a região dos mamilos e bico precisam apenas de água para ter uma higienização completa.

Não coce a área

Coçar os seios pode aumentar o surgimento de estrias ou mesmo machucar áreas mais sensíveis.

Coloque uma lingerie confortável

Lingeries muito apertadas, um número menor ou meia taça (aquela com ferrinho para dar sustentação aos seios) devem ser eliminadas do seu guarda-roupa. Dependendo de quanto tempo você permanecer com a peça pode acontecer de machucar, assar ou mesmo cortar a pele.

Viu só como preparar os seios durante a gestação é uma questão importante e que precisa ser introduzida na rotina da mulher? E o melhor é que cada um esses cuidados pode ser feito sem grandes dificuldades ou esforços.

Na verdade, o preparo do seio exige apenas atenção aos detalhes e adaptação a alguns hábitos do dia a dia da mulher. Dessa forma, você cuidará não apenas do seu bem-estar e conforto, como também, ajudará na qualidade de vida do seu filho.

Um seio pronto para a amamentação tem menos chance de sofrer com falta de leite, rachaduras, fissuras ou mesmo bico invertido. Tais problemas são as principais causas que contribuem para que muitas mulheres abandonem a amamentação natural, partam para o uso de mamadeiras e leite industrializados.

Agora que você já sabe como preparar os seios para a amamentação, leia o nosso artigo “A importância da amamentação para crianças e os impactos na sua formação”!

Gostou desta matéria?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *