Conheça 5 cuidados com a pele do bebê

Cuidar da nossa pele é muito importante e deve ser também uma prioridade para o bem da nossa saúde.

E cuidar da pele do bebê não é diferente.

Por ser mais sensível a pele do bebê deve receber cuidados especiais.

No post de hoje você vai conhecer mais alguns cuidados importantes com a pele do bebê.

Cuidados com a pele do bebê.

Mesmo sabendo que a pele do seu bebê é famosa por ser macia e suave, também é forte e resistente.

A pele é o maior órgão do corpo, um grupo de células empilhadas em conjunto para formar uma barreira fina, mas resistente.

A pele se renova constantemente durante toda a vida, e o processo de renovação começa mesmo antes do nascimento.

Mesmo assim, a pele do bebê está longe de ser perfeita no início.

A pele do bebê pode também passar uma considerável descamação, vermelhidão ou descascados nos primeiros dias após o nascimento, especialmente em torno dos pulsos, joelhos e pés.

Essa descamação é normal.

Ao longo das primeiras semanas, a pele do bebê irá preencher e ficar mais suave.

Como hidratar a pele do bebê.

Para manter a pele do seu bebê saudável, você precisa manter sua suavidade e força naturais.

Mesmo que a pele do bebê não esteja descascando, ela pode se beneficiar do uso de hidratantes.

O indicado é escolher produtos sem perfume com ingredientes como óleo mineral ou vaselina.

Caso o bebê apresente qualquer alergia nos primeiros dias e os pais precisem de uma recomendação, as consultas com o pediatra devem ser constantes.

Independentemente de qual produto seja escolhido, o indicado é continuar com ele para que a pele do seu bebê não tenha de se adaptar às diferentes misturas de ingredientes em vários produtos.

Protetor solar para a pele do bebê.

O proteção solar, que a cada dia tem mais importância, é crucial para as crianças.

Por isso, durante os primeiros seis meses de vida, os bebês não devem ser expostos de forma direta aos raios solares.

Os melhores aliados são os chapéus, guarda-sóis, e um bom protetor solar pediátrico aplicado de forma moderada, em especial nas regiões que a roupa não cobre.

Existem vários protetores solares destinados para a pele do bebê.

Alguns protetores são em barra ou “stick”, muito cômodos para aplicar no rosto.

O importante é que o fator de proteção seja o mais alto possível, os denominados “bloqueadores”.

Quando os bebês estão sob o sol, no verão ou inverno, é melhor cobrir-lhes com peças de roupa claras de tecidos naturais.

E embora os óculos de sol para bebês possam parecer um acessório um pouco exagerado, o certo é que protegem seus olhos dos raios solares sempre.

Veja mais algumas dicas de proteção solar para a pele do bebê.

  • Um dica importante é minimizar a exposição é a roupa. Roupas com protetor solar FPS 50 são melhores.
  • Em dias quentes, vista seu bebê com roupas leves de algodão que cubram seus braços e pernas
  • Certifique-se de que ele use chapéu de abas largas em cada passeio
  • Tente evitar sair quando os raios solares estiverem mais fortes, entre as 10 da manhã e as 3 da tarde.
  • Quando do lado de fora, tente manter seu bebê na sombra.

Protegendo a pele do bebê dos arranhões, o cuidado com as unhas do bebê.

As unhas do bebê são muito finas e afiadas, e crescem muito rápido.

Assim é preciso apará-las duas vezes por semana.

Isso é importante principalmente porque os recém-nascidos podem arranhar o rosto com as próprias unhas e acumularem machucados que podem ser evitados.

Veja algumas dicas para cuidar das unhas do bebê

  • Usar uma lixa suave, cortadores de unhas de bebê ou tesoura para aparar unhas de bebê.
  • Para evitar cortar a pele do dedo ao aparar a unha, segure seu dedo com firmeza e pressione a parte de baixo do dedo contra a unha quando cortar.
  • As unhas dos pés crescem muito mais lentamente e são geralmente muito macias. Elas não precisam ser mantidas tão curtas quanto as unhas dos dedos das mãos – uma aparada uma ou duas vezes por mês é suficiente.
  • As unhas dos pés podem parecer estar encravadas, mas os bebês raramente sofrem com isso.
  • Se a pele ao redor das unhas dos dedos dos pés ficar vermelha, inflamadas ou duras entre em contato com o Pediatra, ele é o profissional que melhor poderá orientar.

Bumbum saudável. Como evitar assaduras na pele do bebê.

Uma das áreas que requer mais atenção durante os primeiros meses é aquela coberta pela fralda, já que está exposta à umidade constante.

Apesar do uso dos lenços umedecidos, o indicado é lavar o bumbum com um pano umedecido com água morna, secá-lo com pano de algodão e deixá-lo livre de cobertura todo o tempo que for possível.

Quando a região fica avermelhada, se trata da chamada dermatite da fralda.

Isso acontece quando o bebê fica com a fralda molhada tempo demais, ou porque ela estava muito apertada.

Como forma de prevenir a pele do bebê contra assaduras, o aconselhado é mudar a fralda com a maior frequência, espalhar por toda a região um creme que contenha óxido de zinco, já que ele atua como uma barreira natural entre a pele do bebê e a umidade.

Os cremes para a região da fralda com óxido de zinco e as pastas à base d’água são uma alternativa natural frente àquelas que têm como base óleos minerais, como o petrolato ou a parafina líquida.

Outra boa escolha para manter a umidade dentro da fralda e proteger a pele são os pós naturais, à base de amido de milho e ervas moídas.

De acordo com a Sociedade Brasileira de Pediatria é preciso evitar o uso dos talcos tradicionais.

Pois durante a aplicação o bebê pode inalar acidentalmente provocando problemas respiratórios na criança.

Essas são algumas dicas que irão ajudar você no dia a dia nos cuidados com a pele do bebê.

Lembrando que a qualquer sinal de irritação e alergias, procure ou consulte o pediatra.

Conheça 5 cuidados com a pele do bebê
Gostou desta matéria?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *