Os problemas com gases podem trazer sérios riscos para a saúde.

Os alimentos que mais causam gases ainda são desconhecidos pela maioria das pessoas, o que acaba dificultando ainda mais a escolha dos melhores alimentos.

Ao ingerir alimentos que mais causam gases, poderão surgir sintomas como barriga inchada, dor abdominal e flatulência.

Os mesmos alimentos que mais causam gases em adultos podem também causar gases no bebê.

Quando os bebês estão sendo amamentados, muitas vezes basta a mãe diminuir a ingestão destes alimentos para ajudar a diminuir os gases e as cólicas nos pequenos.

No post de hoje você vai conhecer os tipos de alimentos que mais causam gases e algumas dicas de como evitar o excesso de gases no organismo.

O que causa os gases intestinais?

Os gases intestinais são basicamente produzidos pelas milhões de bactérias que vivem no nosso trato digestivo e participam do processo de digestão. O gases intestinais são produzidos principalmente após metabolização de carboidratos, gorduras e proteínas ingeridas nos alimentos.

No caso dos gases no estômago, a origem principal é o ar engolido durante as refeições. Nós não reparamos, mas durante as refeições engolimos volumes enormes de ar.

Também é comum haver deglutição de ar quando se mastiga um chiclete ou se fuma um cigarro. Outra fonte de gases estomacais são as bebidas gaseificadas.

Grande parte do gases deglutidos são eliminados através das eructações, conhecidas popularmente como arrotos.

Porém, se existe o costume de deitar após as refeições, esses gases apresentam mais facilidade em seguir o caminho em direção aos intestinos do que retornar ao esôfago, aumentando a eliminação de flatos.

Os alimentos que mais causam gases.

Os alimentos que causam gases como o feijão e repolho, possuem uma elevada quantidade de fibras e carboidratos que fermentam muito durante a digestão e que, por isso, têm uma maior tendência para provocar gases, especialmente fedidos.

No entanto, é muito pessoal a intolerância do intestino a esses alimentos, e por isso nem todas as pessoas podem ter gases ao ingerir o mesmo alimento.

Alimentos ricos em gorduras e proteínas, como carnes e castanhas, não são fermentados no intestino e, por isso, produzem menos gases.

Os alimentos que mais causam gases incluem:

  • Leguminosas: ervilha, lentilha, grão-de-bico, feijão;
  • Vegetais verdes: repolho, brócolis, couve de Bruxelas, repolho;
  • Alimentos ricos em frutose: alcachofra, cebola, peras, trigo e refrigerantes;
  • Lactose: o açúcar natural do leite;
  • Alimentos ricos em amido: milho, macarrão e batatas;
  • Alimentos ricos em fibras solúveis: farelo de aveia e frutas;
  • Grãos integrais: arroz integral, farinha de aveia e farinha de trigo integral;
  • Sorbitol e xilitol: são adoçantes naturais;
  • Ovos.

Existem também algumas combinações de alimentos que favorecem o surgimento de gases.

Veja as piores combinações que estimulam a formação de gases:

  • Feijão + repolho;
  • Arroz integral + ovo + salada de brócolis;
  • Leite + fruta + adoçante à base de sorbitol ou xylitol;
  • Ovos + carne + batata doce.

Essas combinações fazem com que a digestão seja mais lenta, deixando o alimento sofrendo fermentação por mais tempo no intestino, o que irá gerar mais gases.

Além disso, pessoas que já sofrem com prisão de ventre, também devem evitar essas combinações, pois, em geral, quanto mais lento é o trânsito intestinal, maior a produção de flatulências.

Como evitar os gases intestinais naturalmente?

Para ajudar a combater os gases naturalmente, algumas dicas fáceis que podem ser usadas são:

  • evitar beber líquidos durante as refeições, para acelerar a digestão;
  • tomar 1 iogurte natural por dia para melhorar a flora intestinal;
  • comer abacaxi ou mamão de sobremesa, pois são frutas que favorecem a digestão.
  • chás como erva-doce, genciana e cardamomo também ajudam a reduzir a produção de gases, aliviando a sensação de inchaço intestinal.

O modo mais fácil de controlar os gases intestinais é através de uma dieta cuidadosa. Evitar alimentos que agravam seus sintomas. Estes podem incluir laticínios, algumas frutas e legumes, cereais integrais, adoçantes artificiais e refrigerantes. Uma dica em relação ao feijão é deixá-lo de molho durante a noite e trocar a água antes de cozinhá-lo.

No caso dos arrotos  ou eructações, a principal causa é o ar engolido durante as refeições. Quanto mais rápido se come, maior é a quantidade de ar deglutido. Engolir saliva, fumar, mastigar chicletes e falar enquanto come também causam deglutição de ar. Obviamente bebidas gasosas aumentam as eructações.

Pessoas ansiosas apresentam deglutição de grande quantidade de ar, chamado de aerofagia, que causa desconforto abdominal por distensão do estômago, que por sua vez, leva a mais ansiedade. O controle da ansiedade alivia os sintomas do excesso de gases.

Agora que você já conhece os alimentos que mais causam gases, pode ficar mais atento ao que faz mal ou não a sua alimentação.

Lembrando que, escolher alimentos saudáveis e praticar exercícios não evita somente o acúmulo de gases intestinais ,as também outros incômodos e doenças mais graves como a hipertensão e o diabetes.

Conheça os alimentos que mais causam gases.
5 (100%) 1