Dores de cabeça? Comece a observar melhor os seus hábitos!

As dores de cabeça costumam incomodar muita gente. Já tentou trabalhar ou estudar com ela? É praticamente impossível! Constantes na vida de muitas pessoas, as dores de cabeça se manifestam, geralmente, de duas maneiras: enxaqueca e cefaleia tensional.

No artigo de hoje vamos falar sobre as principais causas, sintomas e tratamentos para esses dois tipos do problema. Confira!

As principais causas das dores de cabeça

O problema de muitas pessoas é que, em vez de atacar a causa, tomam remédio para sanar a consequência. Afinal, a dor de cabeça é uma resposta do seu corpo a algo que não vai bem dentro dele. A seguir estão alguns fatores que podem ser os causadores dessa dor que tanto nos incomoda.

Má qualidade do sono

Não importa se você dorme 5 ou 10 horas por dia. Se você não dorme com qualidade, a sua mente não consegue relaxar por completo. Quando o sono não é bom, o corpo não libera a melatonina, hormônio que ajuda a evitar as dores, já que é a partir dele que o corpo sintetiza analgésicos naturais. De forma indireta, a falta de sono também causa estresse, outro fator que está relacionado com a dor de cabeça.

Tendência ao estresse

É claro que ele não poderia faltar nessa lista. O estresse é uma das doenças mais prevalentes deste século, afetando milhares de pessoas. Quando estamos estressados liberamos dois hormônios: adrenalina e cortisol. Eles aumentam a frequência cardíaca e podem causar uma vasoconstrição (diminuição do diâmetro dos vasos sanguíneos) — o que, por sua vez, gera dor de cabeça. Problemas no ambiente familiar ou no local de trabalho podem causar muito estresse e prejudicar a saúde. Cuide-se!

Alimentos prejudiciais à saúde

Por causa de certas substâncias presentes em alguns tipos de alimentos, eles também podem ser capazes de causar dores de cabeça. Veja alguns dos alimentos que você deveria evitar se sofre de dores frequentes:

Álcool;

chocolate;

café;

cebola e alho;

molho shoyu;

sorvetes (vasoconstritores);

embutidos;

queijo amarelo.

Má postura

Você sabia que até mesmo a má postura pode causar dor de cabeça? Vários músculos estão diretamente ligados à nossa cabeça e, na outra ponta, a outros músculos. Uma má postura pode causar o encurtamento deles, ficando tensionados e, consequentemente, causando a dor. Outro motivo pelo qual a má postura pode provocar a dor de cabeça é a tensão nervosa. Os músculos, quando estão tensos ou encurtados, podem causar compressão nervosa — o que, por sua vez, desencadeia a dor.

Cheiro forte

A ciência ainda não consegue explicar com detalhes os motivos pelo qual os cheiros fortes conseguem desencadear a dor de cabeça. Se você já cheirou amoníaco, sabe bem o incômodo que ele pode causar. Além dessa substância, existem outras que são bem comuns no nosso dia a dia e que também causam desconforto, tais como gasolina, solventes, perfumes e cigarros. A exposição prolongada a elas pode ser o gatilho para a dor.

Calor e desidratação

Quem mora em cidades muito quentes também pode sofrer com a dor de cabeça. Um estudo realizado nos Estados Unidos descobriu que, para cada cinco graus a mais de temperatura, há um acréscimo de 7,5% nos casos de enxaqueca, seja tensional ou de outros tipos.

Não é que o calor cause diretamente a dor de cabeça. Tudo acontece por conta da desidratação que ele pode provocar. O nosso corpo precisa ter um funcionamento perfeito para que todos os órgãos desempenhem bem o seu papel. Quando ingerimos pouca água ou perdemos muito líquido (no suor, por exemplo), isso não acontece. Portanto, hidrate-se muito bem nos dias mais quentes.

Má alimentação

Algumas pessoas ainda têm aquela velha mania de pensar que para emagrecer é preciso deixar de comer. Assim, elas pulam o café da manhã e várias outras refeições importantes para o corpo pensando que estão fazendo bem. No entanto, quando não há comida suficiente o corpo tende a entrar em hipoglicemia (deficiência de glicose). Isso promove a síntese e a liberação de adrenalina que causa vasoconstrição e, consequentemente, dor.

Muito esforço

O nosso corpo possui um limite e é bom que ele não seja quebrado. O excesso de esforço em qualquer coisa que você faça, principalmente durante os exercícios físicos, pode favorecer o que os médicos chamam e de cefaleia pós-exercício. Apesar disso, estudos comprovam que a dor de cabeça é mais prevalente entre os sedentários — basta continuar se exercitando, ouvindo o seu corpo e respeitando seus limites, portanto.

Sinais e sintomas que podem acompanhar a dor

É preciso ficar atento a certos sintomas que aparecem com a dor de cabeça. Confusão mental, fraqueza muscular, redução da visão, dificuldade para se expressar e caminhar ou parestesia são alguns deles e merecem ser observados com cuidado.

Outros sintomas como febre, manchas pelo corpo, calafrios, problemas para movimentar o pescoço e náuseas, quando acompanham uma dor de cabeça, podem estar ligados a uma infecção. Nesses casos, é fundamental procurar um médico para avaliar e orientar o tratamento adequado o mais rápido possível.

Como tratar as dores de cabeça

Existem dois caminhos que podem ser trilhados, juntos ou separados, para tratar a dor de cabeça: o medicamentoso e o comportamental. Grande parte das causas acima podem ser contornadas ou até mesmo evitadas por completo com uma mudança de postura. Adequar alguns hábitos da sua rotina podem te ajudar a sentir menos dores e, para isso, começar a ter uma vida mais saudável é o melhor caminho.

Parar de fumar e ingerir álcool, praticar exercícios sem exageros e se alimentar de maneira saudável (removendo alimentos que podem desencadear a dor da sua dieta) são medidas que você deve tomar para ter mais qualidade de vida.

Quanto à medicação, que pode ser preventiva ou para o momento da crise, a melhor opção é ir ao médico em vez de se automedicar. As dores de cabeça podem estar relacionadas a diversas doenças e algumas delas podem ser graves. Sendo assim, é de extrema importância fazer todos os exames necessários.

Você sabia que a enxaqueca é mais comum em mulheres? Veja como fazer para evitá-la.

Dores de cabeça? Comece a observar melhor os seus hábitos!
5 (100%) 5

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *