Entenda o desenvolvimento da gravidez do terceiro ao sexto mês

A notícia da gravidez é um momento de muita alegria para a mulher, mas ao mesmo tempo, de muito nervosismo também. Afinal de contas, por mais que não seja a sua primeira gravidez, as preocupações nunca deixam de existir, não é mesmo? Seja com o bem-estar do bebê ou com as mudanças do seu próprio corpo.

Mas, uma coisa é certa: um momento tão lindo como este não merece nenhum tipo de aflição. E é para te ajudar a entender melhor o que está por vir que separamos algumas dicas sobre o desenvolvimento, mudanças no corpo e os cuidados necessários durante a gravidez do terceiro ao sexto mês. Confira!

Terceiro mês de gestação

Desenvolvimento do bebê

É nesse momento que o período fetal se inicia. O esqueleto do bebê, as costelas e os dedos dos pés e das mãos começam a se desenvolver. Até o final do terceiro mês também se formam todos os órgãos internos e o feto chega a medir 14 cm.

Mudanças no corpo da gestante

Nesse período, a mamãe já poderá ter ganho um ou dois quilos. Além disso, é normal que os sintomas como náusea e vontade de vomitar diminuam e as tonturas cessem.

Em virtude do aumento do volume de sangue, as veias das pernas, mamas e barrigas tendem a ficar mais perceptíveis. Nessa etapa, também podem ocorrer transformações nos cabelos e unhas da futura mamãe.

Cuidados importantes

Beber muito líquido como a água, leite e limonada, além de se alimentar em pequenas porções, várias vezes ao dia, são boas medidas para ajudar a reduzir os enjoos e náuseas que por ventura ainda aconteçam.

Fazer uma dieta balanceada e execícios físicos apropriados para o seu período gestacional é essencial para controlar as mudanças repentinas de humor e sentimentos depressivos que podem aparecer. Como as mamas começam a ficar sensíveis, é interessante fazer o uso de sutiãs confortáveis para reduzir essa sensibilidade.

Quarto mês de gestação

Desenvolvimento do bebê

Nessa fase, o neném aprende a sugar e engolir, consegue diferenciar os gostos doces e amargos e perceber as alterações de luz. As cordas vocais, laringe, pálpebras, esqueleto e outros órgãos internos já estão quase integralmente formados, os dedos começam a criar as impressões digitais e o pequeno também já consegue fechar as mãozinhas.

Em muitos casos, já possível identificar o sexo do bebê, porque o órgão genital começa a ficar evidente. Além disso, o feto já começa a realizar seus primeiros movimentos, pois passa a conseguir controlar alguns dos músculos voluntários, podendo apresentar várias expressões faciais.

Mudanças no corpo da gestante

Nesse estágio, o tamanho da barriga pode variar. Talvez ela ainda não esteja no tamanho que você deseja, mas esteja certa: em breve ela aumentará consideravelmente.

No quarto mês, o abdômen começa a crescer mais rapidamente e é possível que você sinta um pouco de dor nessa região. Seu peso vai aumentar, os enjoos desaparecerão e a irritabilidade tende diminuir. Além disso, começam a aparecer grânulos nos mamilos, na região da auréola que fica mais escura e aumenta de tamanho.

Podem aparecer sintomas como aceleramento cardíaco, salivação excessiva, congestão nasal e sangramento do nariz, mas não se preocupe! Eles são absolutamente normais.

Cuidados importantes

Devido ao desenvolvimento do esqueleto do bebê, é fundamental o consumo de cálcio, incluindo na dieta alimentos como espinafre, couve, agrião, gergelim, amêndoas, aveia, leite e seus derivados.

Como a barriga tende a crescer bastante, você pode encontrar dificuldades para dormir. Porém, para amenizar o desconforto na hora do sono, é indicado que a gestante passe a dormir de lado ou se rodeie de travesseiros.

Quinto mês de gestação

Desenvolvimento do bebê

O bebê já começa a se mexer mais nitidamente dentro da barriga da mamãe, o que deve ser comunicado ao seu médico. É nessa época que nascem os fios de cabelo, sobrancelhas e cílios. Aqui, eles já conseguem realizar alguns movimentos como chupar o dedo ou franzir a testa.

Mudanças no corpo da gestante

Congestão nasal, sensação de ouvido entupido, azia, prisão de ventre e dificuldade de digestão são algumas mudanças mais comuns nessa fase, além de aumento do apetite, aumento da pulsação e dores nas costas, o que também é natural.

Muitas mamãe começam a sentir azias e notam que suas unhas, cabelos e pele passando por transformações. O aumento de pelos também pode ser significativo durante este período da gestação.

Cuidados importantes

Nesse período da gestação, uma alimentação saudável é fundamental para mamãe e bebê. Além disso, procure não praticar exercícios cansativos e busque manter a calma e serenidade emocional. Afinal, tudo o que você sente também é refletido para o bebê.

Sexto mês de gestação

Desenvolvimento do bebê

Seu bebê começa a ficar maior e chega a medir 32 cm. Reconhece os sons externos, principalmente a voz da mamãe e as impressões digitais começam a se formar. As pálpebras já se abrem lentamente e seus lábios e sobrancelhas se tornam mais visíveis. O aparelho digestivo já se formou e passa a funciona normalmente.

Mudanças no corpo da gestante

Esse é o momento que as coceiras aumentam na região do abdômen, devido ao crescimento do bebê. Por isso, o cuidado com a hidratação da pele é indispensável. Além disso, o aumento do peso pode provocar varizes nas pernas. A necessidade de urinar aumenta e a transpiração e o suor também. Os seios costumam inchar e há a possibilidade de vazamento do colostro (primeiro leite produzido pela mulher).

Cuidados relacionados a este período

Ingerir bastante água é essencial nessa fase, pois a hidratação ajudará na melhora da circulação sanguínea e na redução de inchaços.

Consuma alimentos ricos em ômega 3 e vegetais, pois nesse período o cérebro do bebê está se desenvolvendo e esses alimentos são muito importantes para ajudar nessa formação. Além disso, o ferro é essencial para que a gestante não desenvolva anemia.

Os cuidados que você precisa ter na gravidez do terceiro ao sexto mês são muito importantes não só para o bebê, mas também para a sua saúde como gestante. Por isso, esteja sempre em dia com o pré-natal e não deixe de procurar seu médico de confiança sempre que se sentir insegura ou preocupada com algum sintoma ou situação, seja com o bebê ou consigo mesma.

Gostou das nossas dicas? Então, confira nosso artigo sobre as 3 posições para dormir bem na gravidez e saiba como garantir o sono dos justos mesmo durante a gestação!
Entenda o desenvolvimento da gravidez do terceiro ao sexto mês
5 (100%) 1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *