Hepatite em crianças: quais os principais sintomas?

Você sabia que existe hepatite em crianças? Diferentemente do que muitos adultos pensam, os pequenos também podem ser acometidos pela doença. Na maioria das vezes, a hepatite é causada por um vírus que pode ser dos tipos A, B, C, D e E. Há também casos em que a hepatite é chamada de medicamentosa.

Como o próprio nome já diz, é quando um medicamento é ingerido de maneira incorreta ou causa reação adversa, levando a pessoa a ter hepatite. É comum em adultos, mas dificilmente acomete crianças. Nos pequenos, a hepatite mais frequente é a tipo A.

Neste post, falaremos sobre a hepatite em crianças e mostraremos quais são os principais sintomas. Acompanhe!

O que é hepatite?

As hepatites virais são causadas pela inflamação do fígado consequente da infecção causada pelo vírus. Cada tipo de vírus faz com que a doença evolua de uma maneira diferente. No início, os sinais nem sempre são notados, sendo a hepatite conhecida como uma doença silenciosa.

Quando os sintomas são perceptíveis, os mais comuns da hepatite em crianças são: fezes claras, urina escura, olhos e pele amarelados, febre, cansaço e enjoo, que pode estar acompanhado ou não de vômito.

As mais conhecidas são as tipo A,B, C, D e E. Delas, a A e E são consideradas hepatites agudas e permitem que a pessoa elimine completamente o vírus do organismo e se recupere bem, desde que as recomendações médicas sejam seguidas rigorosamente. Já as outras três, B, C e D, podem se tornar crônicas e causar maiores problemas. Câncer no fígado e cirrose hepática, muitas vezes, estão ligados à hepatite tipo B e C.

O tipo de transmissão também varia entre elas. As dos tipos B, C e D são transmitidas por sangue contaminado e fluídos do corpo de pessoas portadoras do vírus. Já as do tipo A e E são transmitidas através de alimentos contaminados, como frutas mal lavadas e também através de água contaminada.

Nas crianças, a hepatite A é a mais frequente. Embora não seja fatal, pode prejudicar o bem-estar do pequeno e requer cuidado. É necessário procurar um médico para o diagnóstico e seguir corretamente o tratamento para evitar complicações.

Saiba mais sobre a hepatite A

A inflamação no fígado causada pela hepatite A acomete milhares de pessoas anualmente. Entre os anos 2000 e 2011 foram mais de 138 mil casos confirmados no Brasil. A Organização Mundial da Saúde (OMS) estima que, anualmente, 1,4 milhão de novos casos da doença sejam registrados pelo mundo.

A ingestão da água ou alimento contaminado é a forma de contrair a doença. Em crianças, pode acontecer de uma que está com a doença ir ao banheiro, não lavar bem as mãos e pegar em brinquedos. Uma segunda criança, que não tem a doença, brinca com o mesmo objeto, coloca a mão na boca e acaba permitindo que o vírus se instale em seu organismo.

Pessoas que viajam para regiões com alta incidência da doença, que bebem água que não é filtrada, que ingerem águas e verduras mal higienizadas, que comem frutos do mar crus ou mal cozidos ou que moram em locais com muitos casos da doença têm maiores chances de tê-la.

Sintomas da hepatite em crianças

  • Fadiga;
  • Náusea e vômitos;
  • Dor abdominal;
  • Perda de apetite;
  • Febre baixa;
  • Urina escura;
  • Dor muscular;
  • Icterícia: pele e olhos amarelados.

No geral, em menos de dois meses a pessoa está totalmente curada, desde que siga as recomendações médicas. É válido lembrar que algumas crianças têm hepatite A, mas não tem os sintomas ou têm sintomas tão fracos que os pais não notam.

Por isso, é importante que, se alguém na casa for diagnosticado com hepatite A, a criança seja acompanhada por um médico e/ou observada com mais atenção, para ter a certeza de que ela também não foi acometida com a doença.

O mesmo vale para surtos em escolas, parques, clubes, restaurantes e outros locais frequentados pela criança.

Diagnóstico e tratamento da hepatite A

Embora os sintomas da hepatite A possam ser bastante sugestivos, o médico só terá a certeza de que a doença é realmente essa se fizer um exame de laboratório. O médico pode solicitar a coleta de sangue para envio ao laboratório.

Caso o diagnóstico seja confirmado, ele vai orientar sobre o tratamento adequado para cada caso. Como não há um medicamento específico para eliminar a doença, o organismo da criança será o responsável por reagir contra o vírus. Porém, medicamentos específicos que ajudem a combater o enjoo e qualquer outro desconforto podem ser indicados.

Embora não seja uma tarefa fácil, vai ser importante manter a criança em repouso. Além disso, a alimentação deve ser fracionada em pequenas porções durante o dia, evitando comidas mais pesadas e gordurosas, para não sobrecarregar ainda mais o fígado.

É importante que, se uma pessoa está com hepatite A dentro de casa, ela tenha cuidado. Lavar bem as mãos, usar talher separado e evitar pegar em alimentos que outros vão comer são alguns cuidados essenciais para não transmitir o vírus para toda a família.

O mesmo vale com brinquedos, que neste período não devem ser compartilhados com outros coleguinhas, pois é comum as crianças levarem brinquedos à boca e podem acabar tendo contato com o vírus da hepatite tipo A também.

Como evitar a hepatite A

Vacinação: uma das formas é a vacinação, que é feita com uma dose inicial e reforço seis meses depois. A vacina contra a hepatite A não faz parte do Programa Oficial de Vacinação oferecido pelo Ministério da Saúde;
Evitar carne e peixe crus ou mal cozidos;
Beber apenas água fervida ou filtrada;
Lavar as mãos com frequência;
Evitar locais com muitos casos da doença;
Cozinhar bem os alimentos antes de consumi-los;
Não brincar perto de valas, riachos, chafarizes, enchentes;
Evitar locais com esgoto vazando ou a céu aberto;
Lavar bem frutas e verduras com água tratada.
Medidas básicas de higiene e condições de saneamento básico são essenciais para evitar a hepatite em crianças. Caso a criança tenha algum sintoma, o médico deve ser procurado imediatamente.

Nessas horas, ter um bom plano de saúde é essencial para garantir o melhor atendimento para a criança. Entre em contato com a SL91, temos o melhor plano de saúde para você!

Hepatite em crianças: quais os principais sintomas?
5 (100%) 5

  1 comment for “Hepatite em crianças: quais os principais sintomas?

  1. 30/01/2017 at 20:18

    crianca com 6 anos esta com febres alta tosse vomitos e falta de apetite qual e a causa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *