Novembro azul. Saiba mais sobre o câncer de próstata

O câncer de próstata  é o sexto tipo mais comum no mundo e o de maior incidência nos homens.

Cerca de três quartos dos casos no mundo ocorrem em homens com mais de 65 anos.

Quando diagnosticado e tratado no início, tem os riscos de mortalidade reduzidos.

No Brasil, é a quarta causa de morte por câncer e corresponde a 6% do total de óbitos.

Cultivar hábitos saudáveis e ter um acompanhamento médico preventivo são o caminho para o envelhecimento com qualidade de vida.

Porém, os homens são a parcela da população que costumam dar menos atenção à saúde e realizam menos consultas médicas.

No dia mundial de combate ao Câncer de próstata separamos algumas dicas de prevenção e cuidados necessários com a saúde do homem.

O que é o Câncer de próstata?

A próstata é uma glândula masculina localizada na parte baixa do abdômen envolvendo a uretra, canal que liga a bexiga ao orifício externo do pênis.

Tem a forma de maçã e situa-se logo abaixo da bexiga e à frente do reto.

A próstata envolve a porção inicial da uretra, tubo pelo qual a urina armazenada na bexiga é eliminada.

Quanto mais avançado é um tumor mais mutações ocorrem, causando maior agressividade.

As células neoplásicas têm a capacidade de invadir os tecidos e se disseminam por órgãos distantes.

Esse tipo de célula invade o organismo por via linfática, comprometendo os gânglios ou sanguínea comprometendo principalmente os ossos.

Estas células se multiplicam com mais velocidade que as células normais da próstata.

O câncer de próstata é um tumor que acomete homens maduros e pode ser curado quando ainda está localizado.

Se identificado já em estádio avançado, a chance de cura é muito menor.

Portanto, o diagnóstico precoce é fundamental no controle e cura da doença.

Fatores de risco para o Câncer de próstata.

Apesar de ainda não se saber ao certo a causa do câncer de próstata, especialistas apontam alguns fatores de risco.

Veja alguns fatores de risco para o câncer de próstata.

  • Antecedente familiar: um indivíduo cujo pai ou tio tiveram câncer de próstata tem o dobro de risco para desenvolver a doença do que a população em geral. Homens com menos de 65 anos e mais de um parente afetado pela doença, o risco aumenta de 6 a 11 vezes.
  • Indivíduos com parentes do primeiro grau com câncer de próstata diagnosticados com menos de 55 anos podem ser portadores de câncer de próstata hereditário (menos de 2% dos casos).
  • Outros fatores de risco envolvem a alimentação (dieta rica em gordura e carne vermelha, pobre em legumes, vegetais e frutas), sedentarismo e obesidade (estes pacientes podem desenvolver câncer de próstata mais agressivo).
  • Taxas de estrogênio (quanto maior a taxa, maior o risco)
  • Nível de poluição ambiental, assim como contato com derivados de borracha e substâncias como ferro, cromo, chumbo e cádmio.

Sintomas do câncer de próstata.

Os sintomas mais comuns do tumor são a dificuldade de urinar, frequência urinária alterada ou diminuição da força do jato da urina.

Na fase inicial, a maioria dos homens não apresenta sintomas relevantes.

Porém podem apresentar sintomas relacionados a outra doença comum.

Essa doença é a hiperplasia benigna da próstata, que acompanha o envelhecimento do homem com sintomas leves a moderados como a dificuldade para urinar.

Nenhuma anormalidade pode ser observada ao toque ou pode-se sentir um nódulo endurecido na próstata.

Na doença avançada, podem ocorrer sintomas mais intensos causados pelo crescimento local do tumor com compressão da uretra prostática.

Em alguns casos os sintomas são decorrentes da doença que está se espalhando pelo organismo, causando malefícios principalmente para os ossos e causando obstrução dos rins.

Como prevenir o câncer de próstata.

A melhor forma de combater qualquer doença é sempre a prevenção.

Estar em dia com consultas médicas de acordo com sua idade é essencial.

Porém, outros fatores podem ajudar a prevenir o câncer de próstata.

Uma dieta rica em frutas, verduras, legumes, grãos e cereais integrais e com menos gordura, principalmente as de origem animal, ajuda a diminuir o risco do câncer.

Especialistas recomendam pelo menos 30 minutos diários de atividade física, manter o peso adequado à altura, diminuir o consumo de álcool e não fumar.

Homens a partir dos 50 anos devem procurar um médico especialista para realizar exames de rotina.

Homens com histórico considerado de alto risco devem realizar o primeiro exame aos 40 anos de idade.

O toque retal é o teste mais utilizado, apesar de suas limitações, somente a porção posterior e lateral da próstata pode ser palpada.

É recomendável fazer o exame PSA (antígeno prostático específico)

Esse exame pode identificar o aumento de uma proteína produzida pela próstata, o que seria um indício da doença.

Para um diagnóstico preciso, é necessário analisar parte do tecido da glândula, obtida pela biópsia da próstata.

Caso a doença seja comprovada, o médico pode indicar o tratamento necessário de acordo com o caso do paciente.

Quais os tratamentos para o câncer de próstata?

Caso a doença seja comprovada, o médico pode indicar radioterapia, cirurgia ou até tratamento hormonal.

Para doença metastática que é quando o tumor original já se espalhou para outras partes do corpo, o tratamento escolhido é a terapia hormonal.

Mas em geral,  escolha do tratamento mais adequado deve ser individualizada e definida após médico e paciente discutirem os riscos e benefícios de cada um.

A cura do câncer de próstata depende de um diagnóstico precoce.

Se você tem hábitos saudáveis, boa alimentação e pratica exercícios pode também consultar um médico e realizar check ups gerais com frequência.

Cuidar da saúde nunca é exagero.

Se surgir qualquer sintoma ou se fizer parte de algum grupo de fatores de riscos, é importante consultar um especialista e tomar os primeiros cuidados.

Para o combate ao câncer de próstata a melhor escolha é a prevenção.

Novembro azul. Saiba mais sobre o câncer de próstata
Gostou desta matéria?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *