Você sabe o que é metabolismo? E como funciona o seu corpo?

Quando falamos de metabolismo estamos falando também de como funciona o nosso corpo e a importância que é ter uma vida mais saudável.

No post de hoje você vai saber o que é metabolismo e como ele age e influencia no funcionamento do nosso corpo.

O que é metabolismo?

Metabolismo é o conjunto de reações químicas e hormonais que acontecem no nosso corpo para gerar energia e mantê-lo funcionando. Ou seja, é a quantidade de calorias que o seu corpo queima para se manter ativo.

O organismo gasta calorias até quando está em repouso, porém trabalhando para manter suas funções vitais, como respiração e funcionamento cardiovascular, por exemplo.

Devido à influência destes fatores, cada pessoa possui um gasto diferente e precisa de energia de forma diferente para emagrecer, ganhar peso ou simplesmente a manter o peso atual.

Metabolismo e emagrecimento.

Muitas pessoas associam a idade com a dificuldade para emagrecer, chegando a conclusão de que, quanto maior a idade, mais lento fica o metabolismo.

Certamente, esse é um dos fatores que fazem a taxa metabólica diminuir, mas não é o mais importante e nem o único.

Os tecidos musculares são os maiores responsáveis pela queima de calorias e, portanto, quanto mais deles você tiver, mais rápido será o seu metabolismo. Por isso as atividades físicas são tão importantes para quem pretende perder peso, especialmente as anaeróbicas.

Outro fator é o tempo de espaço de uma refeição a outra. Quanto mais vezes por dia você se alimentar, mais acelerado ficará o seu metabolismo. Entretanto, cuidado com os alimentos entre as refeições principais, porque devem ser leves e nutritivos como frutas ou bolachas integrais.

Como a maioria das funções metabólicas acontece na água, esse líquido é fundamental em sua dieta. Beba no mínimo 2 litros de água, principalmente a gelada, que fará seu organismo queimar mais calorias.

Contudo, alguns fatores não dependem da boa vontade das pessoas, sendo inerentes a elas como a genética, os hormônios e o nível de estresse, que fazem com que as reações metabólicas fiquem mais devagar.

Nosso corpo estoca muita gordura porque estamos ingerindo mais calorias do que precisamos, e, com a exceção de problemas médicos, como complicações hormonais, febre, deficiência de determinadas vitaminas e minerais, não podemos culpar apenas nosso metabolismo pelo excesso de peso.

Para encontrar o equilíbrio do peso ideal, o que é colocado deve ser igual ao que é retirado. Se você colocar um peso maior (ou seja, comer mais) ela pende e você engorda.

Mas se por outro lado você consumir menos calorias do que seu corpo necessita para realizar todas as atividades que compõem o metabolismo, o resultado é que as gorduras já estocadas passarão a ser utilizadas como fonte de energia.

É importante ressaltar que, como o corpo não queima apenas gordura mas também músculos como fonte de energia, reduzir as calorias de maneira exagerada pode levar ao catabolismo muscular. O resultado é que você emagrece, mas também perde muita massa magra.

Sendo o tecido muscular fundamental para aumentar o metabolismo, diminuir a musculatura é uma péssima ideia para quem está lutando contra a balança, já que ficará mais difícil manter o novo peso com um percentual maior de gordura no corpo.

Como acelerar o metabolismo?

Agora que você já sabe o que é metabolismo, saiba que é possível estimular a queima de gordura através de um aumento nos níveis de atividade física e alterações na dieta e no sono. Quanto mais você se mexer e mantiver um estilo de vida saudável e ativo, maior será o seu metabolismo.
Veja algumas dicas para acelerar o metabolismo:

  • Atividade Física

Você pode queimar mais calorias com a inclusão de exercícios aeróbicos e de força na sua rotina. As atividades cardio, como a corrida, são a maneira mais eficiente de queimar calorias, já que chegam a eliminar mais de 300 calorias por sessão de 40 minutos.
Já os exercícios com peso ajudam a aumentar o porcentual de massa magra, e nós já sabemos que os músculos aceleram o metabolismo.
Para obter melhores resultados é essencial que você se exercite pelo menos 3-4 vezes por semana, em sessões diárias de 30-60 minutos.

  • Alimentação

Além de evitar um corte extensivo das calorias que você consome diariamente, faça alterações em sua dieta de maneira a reduzir o consumo de carboidratos refinados e gorduras saturadas.
Ao mesmo tempo eleve a ingestão de vegetais, proteínas magras, grãos e cereais integrais e gorduras saudáveis (azeite, óleo de coco, peixes de água fria).
Você também pode incluir na sua dieta alimentos que aceleram o metabolismo, como o chá verde, gengibre, pimenta, arroz integral, ovos, salmão e abacate.

  • Sono

Uma noite mal dormida não causa apenas olheiras: se você não tem um sono reparador, o sistema de controle do apetite entra em parafuso e você pode passar a sentir mais fome e vontade de comer doces e massas.

O consumo excessivo de alimentos como carboidratos refinados pode causar alterações no metabolismo da insulina, o que por sua vez desacelera o metabolismo e facilita o ganho de peso.

Poucas horas de sono também levam a uma maior liberação de grelina, o hormônio que estimula o apetite, ou seja, além de cuidar da dieta e praticar exercícios, manter bons hábitos de sono é fundamental para facilitar a perda de peso.

O que é metabolismo? Saiba como funciona o seu corpo.
Gostou desta matéria?