Quando é hora de levar a criança ao dentista?

Se você se preocupa com a saúde bucal do seu filho já deve ter se perguntado qual é o momento ideal para levá-lo ao dentista, não é mesmo? Essa medida previne problemas e dá aquela segurança de que saber que está tudo bem — e ninguém melhor para verificar isso do que um profissional especializado, certo?

Para que você saiba quando deve ser a primeira visita ao dentista e como cuidar da boca do seu filho até o nascimento dos dentes, confira o nosso artigo de hoje!

Quando fazer a primeira visita ao dentista

Seu filho deve visitar o dentista pela primeira vez aos 6 meses de idade — ou assim que os primeiros dentes começarem a apontar. Muitas mães se assustam com a data, achando que é muito cedo e que o bebê ainda é muito novinho, mas essa é uma ótima maneira de prevenir problemas e tornar a criança familiarizada com o dentista.

E tem mais: depois da primeira visita, o ideal é que ela siga acontecendo a cada 6 meses e se torne uma rotina. O objetivo é a tradicional checagem e a limpeza com flúor, que protege bem mais os dentes da criança. O flúor pode ser benéfico aos dentes do seu filho antes mesmo de eles nascerem, fortalecendo o esmalte ainda no período de formação.

A higiene bucal da criança

Agora você já sabe que a idade ideal para cuidar dos dentes do bebê no dentista é a partir dos 6 meses de idade, isso não significa que os cuidados diários também devem começar a partir daí. Muito pelo contrário: os pais devem começar a cuidar da boca das crianças quando elas ainda são recém-nascidas.

Se você não sabe muito bem como fazer isso, não se preocupe, a gente explica! Os pais devem começar passando uma gaze ou um paninho molhado na gengiva da criança depois de cada vez que ela mamar. Não se esqueça da bochecha e da língua também, que são pontos importantes de acúmulo de açúcar dentro da boca.

Depois de um tempo, quando os dentes começarem a apontar, você pode cuidar da higienização com as dedeiras de silicone. É importante ter um cuidado especial com os dentes que estão nascendo, já que eles podem acumular ainda mais açúcar e sujeira.

Por isso a limpeza com a dedeira é imprescindível e pode livrar você de muita dor de cabeça. Além do mais, essa é uma maneira de limpar e, ainda, de habituar a criança com a escovação, que vai começar a acontecer alguns meses mais tarde.

Pode ser que essa informação seja uma novidade para você, como é para a maioria das mães em um primeiro momento. Mas entenda que essa medida é muito importante e deve ser implantada mesmo com o bebê pequenininho.

Ainda tratando da higienização do bebê, vale lembrar que ele não deve usar a mesma pasta de dente que os pais — as crianças até os 3 anos de idade devem usar o creme dental sem flúor. Tudo isso porque eles não sabem cuspir direito e acabam ingerindo uma grande quantidade de pasta. Isso deve ser evitado.

Outros benefícios da visita ao dentista

Levar seu filho ao dentista desde cedo tem muitos outros benefícios, afinal, só um profissional especializado é capaz de apontar certas inconsistências ou problemas na dentição. Caso os dentes não apareçam até os 2 anos de idade, por exemplo, é importante que os pais façam um acompanhamento com um odontopediatra, já que ele pode entender o que está acontecendo e tratar o problema.

Além disso, ao levar seu filho ao dentista para fazer a aplicação do flúor você previne a temida cárie de mamadeira. Ela acontece quando os bebês ficam muito expostos a líquidos com açúcar, como o próprio leite, sucos de frutas ou outros alimentos preparados para bebês.

Quando os pais não fazem a higienização como deve ser feita, o açúcar fica acumulado ao redor dos dentes por um tempo maior do que o permitido, provocando cáries. Por isso, é muito importante que os pais limpem a boca do bebê pelo menos 3 vezes ao dia e façam uma higienização ainda mais caprichada no período da noite. Pode ser bem rapidinho: assim que acabar a amamentação você já pode realizar a limpeza com a gaze ou um pano umedecido.

Além disso, você deve levá-lo ao dentista sempre que perceber que a gengiva do seu filho está sangrando, quando ele tem algum dente escurecido ou com a aparência podre, quando algum dente quebrar ou, ainda, quando ele chora muito sempre que você encosta nos dentes para escová-los. Ele saberá o que fazer e que medidas tomar em cada situação.

Esteticamente falando, você também pode fazer uma visita ao dentista sempre que perceber que os dentes do seu filho estão nascendo tortos ou muito afastados uns dos outros. Pode ser que não seja necessário nenhum tratamento imediato, mas não custa checar. Vale lembrar que vários problemas podem ser reduzidos ou corrigidos se a intervenção acontecer ainda no período do dente de leite.

Livre seu filho do medo

Muitas crianças crescem com medo do dentista, acreditando que a visita será uma verdadeira tortura e logo associam a ida ao dentista a algo ruim. Muito disso, em um primeiro momento, é culpa dos próprios pais, que negligenciaram certos cuidados relacionados à saúde dentária e depois tiveram que tomar medidas drásticas para deixar a boca da criança em dia.

Não deixe que seu filho sofra com medo do dentista, pois esse trauma pode se perpetuar por muito tempo. Recebendo os cuidados preventivos ideais para uma boa saúde bucal, você terá bem menos preocupações e dores de cabeça quando for ao dentista. Além disso, cuidar dos dentes na infância significa fazer com que eles cresçam bonitos e saudáveis!

Bem, agora você já sabe como cuidar dos dentes do seu bebê e quando levá-lo pela primeira vez ao dentista. Caso ele sofra de dentes sensíveis, por exemplo, você também poderá ajudá-lo desde cedo. Fazendo o seu papel e dando o exemplo, seu filho está no caminho para ter poucos problemas na boca durante sua vida.

Quando é hora de levar a criança ao dentista?
5 (100%) 3

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *