Saiba mais sobre os 9 exames infantis mais importantes!

Atualmente a maioria das mulheres já sabe que os exames pré-natais são muito importantes para a saúde do bebê. No entanto, diversos exames infantis devem ser feitos mesmo após o nascimento, para poder acompanhar o desenvolvimento da criança.

Isso é extremamente importante, porque é neste período que se pode identificar doenças, evitando complicações e iniciando o tratamento o mais rápido possível.

Além disso, alguns exames são feitos somente em idades específicas, por isso, é necessário se manter informada. Para que você cuide bem da saúde dos seus filhos, separamos hoje os 9 exames infantis mais importantes, confira!

1. Triagem neonatal (teste do pezinho)

Muito conhecido, o teste do pezinho é feito 48 horas após o nascimento da criança e tem o objetivo de identificar doenças genéticas que podem se manifestar futuramente. O sangue é colhido por meio de um pequeno furo no calcanhar, de forma simples e rápida.

Por meio dele é possível analisar a presença de hipertireoidismo, doenças metabólicas, infecciosas e muitas outras. Por ser tão importante, ele é obrigatório e também gratuito.

2. Triagem hereditária e metabólica (teste do pezinho ampliado)

Esse exame é feito como o anterior, por meio da coleta de sangue do calcanhar, mas é mais completo, e pode verificar mais de 30 doenças. Apesar disso, ele não é obrigatório e não está disponível pelo Sistema Único de Saúde (SUS), mas pode ser feito em laboratórios particulares.

3. Triagem auditiva (audiometria)

Alguns hospitais já perguntam para a mãe se ela deseja que a criança faça este exame juntamente com o teste do pezinho. No entanto, ele também pode ser feito posteriormente.

Executado por um fonoaudiólogo, o exame consiste em testar, por meio de estímulos sonoros, o comportamento da criança e a variação da audição. É feito na rede pública e particular, de forma bem rápida e pode detectar se a criança tem algum problema auditivo.

4. Exame oftalmológico

Muitas crianças são levadas ao oftalmologista apenas quando apresentam problemas no desempenho escolar ou quando reclamam a respeito da visão para os pais. No entanto, este exame pode ser feito a partir dos quatro anos de idade.

Ele verificará possíveis problemas de visão, como o estrabismo, a miopia, o astigmatismo e a hipermetropia. Por vezes os médicos solicitam que seja refeito aos 7 anos, ainda que no primeiro exame não tenha sido detectado nenhum problema.

Quando identificada a necessidade, são tomadas as providências, já que alguns problemas podem ser reduzidos ou mesmo impedidos de se desenvolver futuramente. Além disso, a qualidade de vida da criança também melhora muito.

5. Raio-X de idade óssea

Durante as consultas de rotina, as crianças são pesadas e medidas, de forma que as informações devem ser próximas as da tabela padronizada. Caso não sejam, o pediatra pode solicitar o raio-X da idade óssea, que verificará se há alguma doença do crescimento por meio da radiografia da mão e do punho da criança.

Quando são identificados os problemas, eles podem ser tratados de forma que tenham o mínimo de impacto possível na vida da criança no futuro. Quem faz esse exame é o técnico em radiografia, e pode ser encontrado na rede pública também.

6. Hemograma com contagem de plaquetas

Este exame tem como objetivo identificar doenças como infecções virais e bacterianas, baixa imunidade, alergia, entre outros problemas. Para isso, são analisadas as células vermelhas e brancas.

Embora não seja obrigatório, o pediatra pode solicitá-lo para crianças com idades de dois a cinco anos e ele pode ser feito sem que haja a necessidade de jejum.

7. DST’s

Você pode até se sentir surpresa em ver esse exame na lista, no entanto, é muito importante que ele seja realizado em adolescentes que iniciaram a vida sexual.

O médico pediatra analisará questões como o comportamento de risco do jovem, verificando a quantidade de parceiros, o uso de preservativos e a frequência das relações.

É importante que os adolescentes tenham acesso não só aos exames, mas também à orientação médica, para que possam ter uma vida sexual saudável. Os exames devem ser repetidos ao menos uma vez por ano e devem continuar também na vida adulta.

8. Exame parasitológico de fezes

Apesar de ser feito em consultas de rotina, o exame parasitológico de fezes é importante para verificar se a criança tem parasitoses intestinais que podem levar a doenças.

Como normalmente elas brincam muito no chão e não há como controlar a higiene das mãos o tempo inteiro, não são raros os casos de crianças que necessitam de tratamento para doenças desse tipo, portanto, é sempre importante fazer este exame.

9. Eletroforese de lipoproteínas

Crianças que têm histórico familiar de doenças cardiovasculares ou estão acima do peso indicado para a altura e idade precisam fazer esse exame. Nele, serão colhidas amostras de sangue que servirão para medir os níveis de triglicerídeos e de colesterol.

Dessa forma, caso sejam detectados problemas, é possível prevenir ou controlar doenças como hipertensão, problemas cardiovasculares, renais e até diabetes.

A importância das consultas de rotina e dos exames infantis

Logo após a saída da maternidade, já na primeira semana de vida, a criança precisa fazer uma consulta para avaliar o desenvolvimento. Nela, e em todas as outras, os pais podem aproveitar para tirar dúvidas.

Depois, as consultas são feitas mensalmente, até a criança completar um ano. Esse é o período estimado, mas pode ser que algumas crianças tenham necessidade de consultas mais frequentemente.

O importante é sempre prestar atenção aos sinais que a criança dá, mesmo as menores, que ainda não conseguem expressar com exatidão o que sentem. Em geral, elas acabam ficando mais irritadas, com choros frequentes e sono inquieto quando algo não vai bem.

Portanto, não deixe para levar seu filho ao médico para fazer os exames infantis apenas quando verificar que há algo errado e procure sempre cuidar da saúde dele de maneira preventiva.

Uma das formas de fazer isso é ter o cuidado necessário com a alimentação infantil. Para auxiliar você, preparamos um e-book com informações essenciais para quem deseja entender sobre o cuidado durante a escolha e preparo dos alimentos para a alimentação dos pequenos. Baixe agora mesmo!

Saiba mais sobre os 9 exames infantis mais importantes!
4.2 (84%) 5

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *