Sono do bebê: como garantir melhores noites de repouso para meu filho?

Assim como nos adultos, o sono do bebê funciona em ciclos que vão se modificar à medida que eles crescem. Como ainda estão se adaptando ao novo mundo fora da barriga, os pequenos levam um tempo para aprender a distinguir a noite do dia.

Por isso, seu sono é mais irregular, o que faz com que algumas crianças durmam mais durante o dia e tenham mais dificuldade em dormir à noite. Cada criança tem seu próprio ritmo de sono, mas aos poucos a necessidade de amamentação noturna diminui e seu filho vai dormir mais horas seguidas e vocês dois poderão descansar.

Quer saber mais sobre como é o sono do bebê em cada fase e como você pode ajudar seu pequeno a ter melhores noites de sono? Confira o nosso artigo de hoje!

O que é o ciclo de sono

Nos adultos, o sono tem cinco fases, sendo a quinta o sono REM — cada passagem completa por essas fases representa um ciclo. O sono REM é posterior ao sono profundo e se caracteriza pelo movimento rápido dos olhos e um estado de vigília do cérebro.

É um sono leve e que permite lembremos dos sonhos que acontecem nessa fase. Cada ciclo do sono dura de 90 a 110 minutos. Após esse período, a pessoa pode ter um leve despertar, que normalmente passa despercebido, pois ela muda de posição e volta a dormir, recomeçando o ciclo.

Como é o ciclo de sono do bebê

O sono do bebê tem apenas dois estágios: o ativo e o tranquilo. O ciclo é mais curto, durando entre 50 e 60 minutos, até que a criança complete nove meses. A boa notícia é que, com sorte, seu bebê terá apenas um leve despertar a cada ciclo, voltando a dormir em seguida.

O sono REM é o sono ativo do bebê e ele passa 50% do tempo que dorme nesse estágio. Nessa fase ele pode despertar com mais facilidade, por isso é difícil não acordá-lo com os barulhos da casa ou ao colocá-lo na cama nos primeiros 25 minutos de sono.

O sono tranquilo é o último estágio do sono do bebê. Ele é mais profundo, a respiração é ritmada e o bebê se mexe pouco. É o estágio em que é mais difícil acordá-lo. Essa fase se repete várias vezes ao longo da noite.

À medida que o bebê cresce aparecem outras fases de sono não-REM, mas será apenas na idade escolar que o ciclo completo de sono da criança vai chegar a 100 minutos, próximo do ciclo dos adultos.

Como é a divisão do sono do bebê em dia e noite

Nos primeiros três meses de vida o bebê vai dormir entre 20 e 16 horas diárias. Como dissemos, é um período de adaptação, e o relógio biológico da criança ainda não compreende a divisão de dia e noite em 24 horas.

A partir dos quatro meses é esperado que seu filho comece a dormir mais horas seguidas durante a noite, completando o período total de sono necessário para o seu descanso em sonecas durante o dia.

Até os seis meses, serão duas sonecas diurnas que vão durar de 2 a 3 horas cada. Conforme o bebê fica mais ativo e se interessa mais por atividades enquanto está desperto, essas sonecas passam de duas a uma por dia, variando de uma a duas horas cada.

Por que é importante organizar o sono do dia e da noite

As sonecas durante o dia são muito importantes para os bebês, pois deixam a criança menos irritada e ansiosa. No entanto, alguns cuidados são necessários para que o sono do dia não comprometa o sono da noite.

A recomendação é evitar cochilos muito próximos ao horário de ir para a cama. Os melhores momentos para as sonecas são no meio da manhã e no início da tarde. Assim, o sono fica bem dividido e a criança consegue descansar sem atrapalhar o sono noturno.

Quando seu filho chegar à fase de dormir apenas uma vez durante o dia, por volta dos dois anos, o melhor é que essa soneca aconteça logo após o almoço. Além de ajudar no processo digestivo, estará ainda bem longe da hora de ir para a cama e ele vai dormir bem melhor à noite.

Como ajudar o bebê a dormir melhor durante a noite

Nesse tópico reunimos algumas dicas para garantir uma boa noite de sono para o bebê e também para você — lembre-se sempre de respeitar o ritmo de cada criança e seu estágio de crescimento. Como vimos, os bebês levam um tempo para aprender a dormir a noite toda. Isso deve começar a acontecer por volta dos quatro meses, apenas.

Vamos às dicas!

Crie uma rotina para o sono do bebê

Ter uma rotina de sono e de momento desperto é importante para que ele aprenda mais rápido esse ciclo de dormir-despertar. Quando você acostumá-lo a ir para cama sempre nos mesmos horários ele vai pegar no sono com mais facilidade.

Ensine seu bebê a dormir sozinho

Assim que seu filho der os primeiros sinais de sonolência, esfregando os olhos ou abrindo a boca, coloque-o no berço ainda desperto. Saia do quarto e volte em um ou dois minutos para conferir se está tudo bem. Aumente o tempo da sua ausência até que ele durma.

Assim seu bebê vai aprender a pegar no sono sozinho. Essa dica não funciona para recém-nascidos, mas você pode usá-la assim que o bebê completar um mês (ou um mês e meio) e as mamadas estiverem mais espaçadas.

Respeite o ciclo de sono do bebê

É normal que os pais fiquem ansiosos — especialmente nos primeiros meses de vida do bebê — e corram para atendê-lo no primeiro resmungo da noite. Fique tranquila! Como dissemos, o bebê tem seu próprio ciclo de sono e é comum que ele desperte levemente a cada ciclo.

Evite pegá-lo do berço na primeira reclamação. Isso pode despertá-lo por completo e você terá que reiniciar todo o processo de colocá-lo para dormir. Você não precisa deixá-lo chorando, mas muitas vezes apenas colocar a mão em suas costas vai acalmá-lo e ele vai voltar a dormir.

Agora que você já sabe como funciona o sono do bebê e como ajudar seu filho a dormir melhor, leia também nosso texto sobre a importância da amamentação e seus impactos na formação da criança!

Sono do bebê: como garantir melhores noites de repouso para meu filho?
3.67 (73.33%) 3

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *