Saiba mais sobre os cuidados para o banho do bebê de 0 a 6 meses.

Ser mãe não é uma tarefa fácil, ainda mais quando o assunto é a saúde do seu filho. Os cuidados para o banho do bebê ainda não é um assunto muito discutido entre as mães ou pediatras, muitas vezes porque cada Mãe tem um jeitinho diferente de cuidar do banho do seu bebê, assim muitas dúvidas podem surgir, como a melhor posição que o bebê deve ficar, a higienização correta do ouvido, nariz, quais produtos usar sem causar reação ao bebê são algumas das dúvidas mais frequentes. Diante dessas dúvidas, separamos algumas dicas importantes sobre os cuidados para o banho do bebê.

O que usar nos cuidados para o banho do bebê de 0 a 6 anos.

Nos primeiros cuidados para o banho do bebê é importante estar atento aos produtos de higiene escolhidos, pois o bebê de 0 a 6 meses de idade pode desenvolver alergias que ainda não foram diagnosticadas pelo médico, assim, prefira produtos sem cheiros fortes e de composições mais naturais, como sabonetes de glicerina. A escolha da banheira também pode fazer uma grande diferença, ao invés de escolher uma banheira normal, que exige que se ajoelhe ou se incline desconfortavelmente sobre o bebê permitindo um menor controle dos seus movimentos, prefira uma pequena banheira de plástico, que permite um manuseio mais fácil, onde se pode colocar em cima de uma mesa ou de uma bancada.

Para que o banho seja um momento só de relaxamento, deixe tudo pronto antes de colocar o bebê na banheira, xampu, sabonete, toalha, fralda ou roupa, não esquecendo também de conferir a temperatura da água que deve girar em torno de 36oC e a quantidade, suficiente para cobrir a barriga da criança, na dúvida se a água está muito quente ou não, use um termômetro ou verifique com o seu braço mesmo.  

Para os bebês recém nascidos a higiene do umbigo deve ser de extrema importância, até que o processo de cicatrização e queda termine, entre sete e dez dias, é necessário uma higiene no local com álcool 70% após o banho. Não são necessários curativos e nem proteger com gaze, basta limpar com o álcool, manter seco e colocar a fralda, já nos cuidados para o banho do bebê prematuro, que têm a pele mais sensível você pode optar por banhar o bebê usando um gel com uma ducha suave, lavando-o com a mão ou uma luva de lavagem, de cima até baixo, na frente e atrás. Um cuidado maior na hora de lavar a cabeça do bebê, optando pelo uso apenas de sabonete neutro, de preferência os de glicerina pura, para lavar os cabelos do bebê. Para higiene do rosto, use bolas de algodão umedecidas em soro fisiológico para limpar os olhos. Quanto aos genitais do bebê, é apenas necessária uma lavagem de rotina durante o banho ou utilizando lenços umedecidos em seguida retirando o excesso com algodão e água. No caso de acúmulo de muco seco nos cantos das narinas ou dos olhos, umedeça várias vezes para amolecer antes de retirar com água e sabonete durante o banho.

Após os primeiros cuidados e de verificar que está com tudo que precisa ao seu alcance, o bebê não corre o risco de um banho mais demorado, o que nos primeiros meses de vida essa prática não é recomendada.

Qual melhor horário e quantos banhos o bebê precisa tomar por dia.

É comum ouvir várias opiniões sobre o melhor horário para o banho do bebê, em alguns estados, dependendo do clima a preferência é o fim da manhã, quando a temperatura está mais agradável, outras à noite é o ideal, porque a criança fica mais relaxada para jantar e dormir. momento ideal para banhar o filho depende dos hábitos da família. “Não existe horário adequado. O melhor é quando a família se reúne e os pais podem dar banho juntos, tornando essa uma atividade familiar, criando um vínculo maior e tornando um hábito nos cuidados para o banho do bebê.

A quantidade de banhos por dia é uma dúvida frequente entre as mães de primeira viagem e de acordo com  Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP), nos primeiros meses de vida é indicado que o bebê tome de 1 a 2 banhos diários e não muito demorados, a água contém cloro, além de outras substâncias que podem ressecar a pele do bebê, assim nem toda vez que o bebê está “sujo” se faz necessário levá – lo ao banho. A exceção é que durante o verão o bebê pode tomar mais do que dois banhos, com o cuidado de, somente em um dos banhos deve ser com sabonete neutro e o outro terá que ser apenas com água porque se for muito utilizado o produto pode chegar a agredir a pele do bebê. Já no inverno prefira banhar o bebê no final da manhã ou começo da tarde. Caso esteja muito frio não há perigo em optar por não banhar por um dia, o recém nascido ou o bebê um pouco maior, porém, é interessante limpar as genitais, pescoço, pezinhos e mãozinhas com algodão e água no dia em que o banho não acontecer.

 

Na hora de cuidar do seu bebê toda ajuda é bem vinda, porém, é importante estar muito atento, os bebê são diferentes e podem apresentar reações diferentes, sempre consulte ou tire suas duvidas com o Pediatra e esteja mais seguro para qualquer situação ou imprevisto que seu bebê possa apresentar.

Agora que você já sabe um pouco mais sobre os cuidados para o banho do bebê, pode aproveitar mais ainda esse momento que é tão importante e único para Mãe e filho.

Saiba mais sobre os cuidados para o banho do bebê de 0 a 6 meses.
Gostou desta matéria?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *