comer-frutas

Quando o assunto é saúde infantil, uma das maiores preocupações dos pais é a alimentação dos seus filhos. Muitas vezes, ensinar as crianças a comer frutas todos os dias torna-se um grande desafio, sobretudo em meio a uma rotina agitada, na qual nem sempre é possível preparar ou acompanhar as refeições das crianças com calma.

Por isso, no post de hoje, vamos falar sobre a importância das frutas na alimentação das crianças e sobre como incentivar o seu filho a comê-las com prazer.

Por que as frutas são importantes para a saúde das crianças?

Uma alimentação saudável, baseada em uma dieta balanceada, é fundamental para o crescimento e o desenvolvimento infantil. É por meio dos nutrientes encontrados em cada tipo de alimento que o corpo obtém a energia e os elementos necessários para o seu bom funcionamento, permitindo a maturação dos órgãos e sistemas.

No caso específico das frutas, o seu consumo está relacionado ao fortalecimento do sistema imunológico, responsável por defender o organismo da criança de infecções. Além disso, as frutas promovem o funcionamento do sistema digestivo e evitam problemas como cólicas ou prisão de ventre, dentre outros benefícios para a saúde.

Alguns nutricionistas indicam que crianças com idade entre 4 e 10 anos devem consumir de 3 a 4 porções de frutas por dia. E quanto maior for a variedade melhor, pois assim a criança terá acesso a grupos diferentes de nutrientes, dentre vitaminas, fibras, carboidratos e sais minerais.

O que fazer quando meu filho não quer comer frutas?

Ao longo do seu desenvolvimento, é comum que os filhos passem por fases nas quais alguns alimentos são rejeitados, especialmente os vegetais e as frutas. Muitas vezes, isso acontece diante da novidade de um sabor ou textura, diferente dos quais a criança estava habituada.

Porém, você não deve forçá-lo a comer frutas ou qualquer outro alimento. Como toda fase, esta também irá passar e isso acontecerá de maneira mais rápida se você tiver paciência para lidar com a situação e continuar a oferecer as frutas durante as refeições, usando formas divertidas e criativas para incentivar o seu consumo.

Você pode convidar o seu filho para criarem receitas com frutas ou para prepararem juntos as refeições. Levá-lo às compras também é uma boa forma de ajudá-lo a conhecer melhor os alimentos, despertando seu interesse. Ao tocar e cheirar as frutas, o paladar da criança é estimulado.

Outra dica interessante é sobre o formato no qual as frutas são oferecidas. Você pode usar cortadores de biscoito para criar formas diferentes, como estrelas ou corações. Pode, também, oferecer os pedaços de fruta em saladas e espetinhos ou aproveitar os dias mais quentes para fazer versões geladas, como picolés ou raspadinhas.

Nesse sentido, a diversidade de frutas disponíveis em todas as estações do ano é uma vantagem do nosso país. Gastando pouco, é possível garantir uma boa variedade de opções para as refeições diárias das crianças, a começar pelas frutas mais simples e mais baratas encontradas nas feiras e supermercados.

Quais os benefícios das frutas mais comuns no Brasil?

De maneira geral, todas as frutas são consideradas alimentos essenciais por conterem altos índices de vitaminas e sais minerais, além de carboidratos, fibras e outros nutrientes. Entretanto, algumas das opções disponíveis no mercado brasileiro se destacam pela facilidade com que podem ser encontradas e pelos benefícios que trazem ao nosso organismo.

1. Banana

A banana é uma fruta rica em vitamina A, vitamina C e nas vitaminas do complexo B, além dos carboidratos (em forma de açúcares naturais), fibras e minerais como cálcio, potássio, ferro e magnésio.

Com essa composição, a banana tem propriedades que auxiliam a digestão, fortalecem os ossos e previnem a anemia, além de ser uma importante aliada no combate da obesidade.

2. Maçã

A maçã possui alta concentração de elementos antioxidantes e anti-inflamatórios, além de fibras e das vitaminas C, E e vitaminas do complexo B. Por isso, a maçã promove o bom funcionamento do sistema respiratório, atuando na proteção dos pulmões.

Além disso, a maçã previne o surgimento de cáries nos dentes e de disfunções estomacais, como a gastrite e a azia. Graças às vitaminas do complexo B, a maçã promove o desenvolvimento do sistema nervoso, atua no controle do crescimento e ajuda a manter a integridade da pele e das unhas.

3. Laranja

Embora seja muito conhecida como uma fonte de vitamina C, a laranja também é rica em vitamina A, vitamina E e nas vitaminas do complexo B, além de açúcares e de vários sais minerais, dentre eles o ferro, o zinco, o potássio e o manganês.

Assim, a laranja promove o bom funcionamento dos sistemas circulatório e imunológico, além de ser responsável por equilibrar os níveis de gordura no organismo.

4. Melancia

O maior benefício desta fruta é a hidratação do organismo, já que a água responde por 90% da sua composição, sendo o restante formado por vitamina C, açúcares e sais minerais como cálcio, sódio, ferro e potássio.

Além de manter o corpo bem hidratado, a melancia favorece o bom funcionamento dos rins e do coração, atuando também na prevenção do crescimento celular anormal e do aparecimento de tumores.

Não se esqueça: o bom exemplo faz toda a diferença

Porém, de nada adianta conhecer os benefícios das frutas para a saúde das crianças se os pais não são os primeiros a dar o bom exemplo para os filhos.

Em se tratando de ensinar boas maneiras aos filhos, é importante lembrar que as atitudes dos pais são mais significativas em termos de aprendizado que apenas a conversa. As crianças espelham sua maneira de se comportar nas ações e gestos dos pais, buscando a aprovação da família.

Ao perceber que essa atitude faz parte da rotina da família, a criança passará a comer frutas com prazer, compreendendo a importância da alimentação saudável.

Saiba mais sobre alimentação infantil

Para garantir a saúde dos filhos, um dos principais cuidados que os pais devem ter é ensinar às crianças a comer frutas diariamente, dando o exemplo com as próprias escolhas alimentares e adotando maneiras divertidas de incentivá-los a gostar desses alimentos tão importantes para o desenvolvimento infantil.

Com criatividade e paciência, é possível ensinar aos pequenos a importância da alimentação rica em vitaminas e nutrientes, criando o hábito saudável de comer frutas, verduras e legumes e evitando o consumo exagerado de doces, refrigerantes ou salgadinhos.

Quer saber como garantir uma alimentação saudável para os seus filhos gastando pouco? Confira neste outro artigo sobre alimentação infantil!

Category
Tags

2 Responses

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *